Será impossível treinar um gato?

Será impossível treinar um gato?

O gato é um animal com uma personalidade muito forte e extremamente esperto. Treinar um gato pode parecer uma tarefa impossível. Mas não é!

Ao contrário do que acontece com os cães, os gatos não estão naturalmente dispostos a obedecer a humanos. São animais solitários que apenas obedecem ao seu instinto. Assim sendo para treinar um gato é necessário calibrar o seu instinto com as nossas indicações, e a melhor forma de o conseguir é através de recompensas positivas.
As punições não funcionam com os gatos, pois eles associam essas punições ao dono e aprendem a evitar o dono e a responder com agressividade.

Uma recompensa em forma de guloseima é uma óptima forma de incentivar um gato. Da mesma forma que os cães, os gatos também reagem à comida. Para ser mais eficiente, o ideal é que a guloseima escolhida seja apenas utilizada nos treinos e que não exista sempre comida disponível para o gato, de forma a abrir o apetite ao animal.

Não desesperar!

Enquanto é possível ensinar um cão a sentar em dois dias, para um gato poderá ser necessário treino durante duas semanas. Certamente que é possível ensinar um gato a dar a pata, a sentar, deitar ou a rebolar, mas não é essa a sua natureza e poderá ser tão estranho como ver um cão a arranhar um poste ou a saltar para cima do frigorifico.

Assim sendo, será melhor optar por ensinar ao gato comandos com utilidade no dia-a-dia. Dede o momento em que o gato percebe como funciona o treino começa a ficar mais fácil ensinar outros comandos.

Sucintamente, não é difícil treinar um gato. Acção correta = Recompensa.

Um dos comandos bastante importantes é que o gato apareça quando o dono chama pelo nome. Para que isso aconteça treine o seu gato chamando-o incessantemente até que ele apareça. Quando aparecer dê-lhe uma recompensa. Uma boa prática é antes de lhe dar comida, chamá-lo sempre pelo nome.

Apesar do gato procurar sempre um local limpo para poder enterrar as suas necessidades, algumas vezes é necessário ensinar o pequeno felino a usar a xaixa de areia.

Para os gatos com mais dificuldades a utilizar a caixa de areia comece por alimentar a fera em horários fixos e não deixe comida a disposição. O facto de não terem sempre comida deixa o gato mais disposto a não resistir a recompensas.
Com uma alimentação de horários fixos é mais fácil para o gato fazer as suas necessidades também em horário fixo. Logo que descubra esse horário será muito mais fácil treinar o seu gato para fazer as necessidades na caixa de areia.
Minutos antes da hora tranque-se com o gato na divisão onde está a caixa de areia. Como não terá outro local para fazer as necessidades irá acabar por as fazer na caixa de areia. Sempre que o fizer recompense-o.

O gato a arranhar sofás, móveis ou sapatos é outra realidade para os donos de gatos. Para evitar este comportamento compre um poste arranhador e recompense-o cada vez que ele o utilizar.

O mais importante quando treina um gato é não desistir ao segundo dia. Lembre-se que um gato não é como um cão, e demorará muito mais tempo a adaptar-se ao treino e a ficar, efectivamente, treinado.

Tags: , , , , ,

Comentários

Top