Panleucopenia Felina – Uma doença com cura

Panleucopenia Felina – Uma doença com cura

Esta é uma doença altamente contagiosa causada por um parvovírus felino muito comum em gatos domésticos.

Apesar de não ser uma doença exclusiva de gatos jovens é rara a ocorrência desta doença em felinos adultos.

Essa doença é considerada um dos distúrbios gastrointestinais mais mortais para os gatos, apresentando taxa de mortalidade de aproximadamente 80% dos gatos contaminados.

Este microrganismo caracteriza-se pela sua grande resistência, onde pode sobreviver por mais de um ano em ambiente aberto.

A maior parte das infecções ocorre devido ao contacto com as fezes contaminadas, embora seja comum haver transmissão pelo contacto directo entre gatos infectados, água, comida ou outros objectos que sejam partilhados entre um gato infectado e outro saudável. O virus também é propagado pela gestação.

A baixa dose de vírus necessária para o estabelecimento de uma infecção e a facilidade na transferência são factores importantes que contribuem para a disseminação da panleucopenia felina. O vírus pode ser eliminado pela urina e pelas fezes até seis semanas depois do tratamento em um felino doente.

A doença pode ocorrer praticamente sem sintomas até os casos de morte súbita, sendo que nestes casos é comum que a panleucopenia seja confundida com envenenamento. Após a penetração do vírus no organismo ocorre uma fase de incubação que pode variar de 2 a 7 dias. Os principais sintomas da doença são: falta de apetite, febre, depressão, sensibilidade abdominal, vómitos, diarréia e desidratação.

No caso de pequenos gatos que apresentem vómitos e diarreia aguda devemos estar alerta para esta doença e levar o felino ao veterinário de forma a que seja diagnosticada a doença e seja feito o tratamento adequado.

Depois de vacinados os gatos tendem a obter imunidade para toda a vida.

Tags: , , ,

Comentários

Top