Leucemia Felina – Quase sempre fatal

Leucemia Felina – Quase sempre fatal

A leucemia felinia é provocada por um vírus, e que, na maioria das vezes é fatal para o felino.
O vírus que provoca a leucemia (FeLV) é o responsável pela destruição do sistema imunitário e torna-os vulneráveis a todo o tipo de infecções.

Esta doença, ao contrário do que acontece com a versão humana, é contagiosa e pode ser transmitida de gato para gato pela saliva ou sangue. As formas mais usuais de contaminação são a partilha de bebedouros e comedouros e através de lutas.

Estima-se que um gato infectado pode durar cerca de três anos, tirando algumas excepções que sobrevivem algum tempo mais.

O vírus do FeLV destrói os glóbulos brancos dos gatos que se tornam muito vulneráveis a infecções. Existem outros sintomas a que devemos estar atentos, como a perda de peso injustificada, inflamações oculares e problemas intestinais frequentes. Porém apenas uma análise de sangue especifica poderá determinar se o felino está ou não infectado.

A melhor forma de forma de proteger o gato é fazer um plano de vacinação correcto, já que existe vacinação específica para esta doença. A vacina deverá ser aplicada na altura certa, sendo a primeira dose entre as 8 e as 9 semanas de idade.

Em gatos doentes existem tratamentos que permitem que o animal infectado tenha durante algum tempo uma melhor qualidade de vida, mas não existe para já forma de travar a doença. Um animal infectado não pode ser vacinado.

Se tiver um animal contaminado, deve evitar que este saia à rua e entre em contacto com outros gatos, nestes casos a castração também poderá ajudar visto que os animais castrados tendem a ficar mais em casa.lhe é dito por outros, que não o seu veterinário.

Tags: , ,

Comentários

Top