Como escolher um Gato

Como escolher um Gato

Os gatos são animais excelentes para estarem junto a nós. Com uma personalidade independente, os pequenos felinos são os animais domésticos que melhor se adaptam a viver dentro de casa, dando excelentes companheiros e proporcionando momentos inesquecíveis todos os dias.

Para além de ser a companhia ideal para quem vive na cidade, não precisa de passeios diários no exterior como os cães, também o é para quem vive no campo, graças às suas excelentes capacidades de caçador. Caso viva no campo nunca mais se preocupará com ratos ou outros pequenos animais que tanto incomodam.
Apesar de ser um animal independente, o gato adora mimos e carinhos, e será sempre uma excelente companhia para ter em casa.

Para melhor escolher um novo membro da família deixamos aqui alguns aspectos a ter em conta.

Gato ou gatinho?

Um gato bebé exige muitos mais cuidados do que um gato adulto. Em tenra idade os pequenos felinos tendem a ser brincalhões e bastante curiosos, inspirando mais cuidados e uma vigia mais apertada para evitar alguns desastres dentro de casa.
Será necessário ensinar-lhe a ir ao caixote, onde pode e não pode entrar (apesar do gato entrar em qualquer lugar antes de darmos por isso), e habituá-lo a lidar com humanos.
Ao adoptar um gato adulto, a menos que seja selvagem, já estará habituado a lidar com pessoas, a fazer as suas necessidades na areia, mas por outro lado já terá velhos hábitos e vícios que serão difíceis de mudar.
Um gato adulto é mais independente mas por outro lado menos brincalhão e disposto a confraternizar com os restantes habitantes da casa.

Macho ou fêmea?

As fêmeas são mais dadas a mimos e bastante mais dóceis, possuem uma personalidade mais adaptavel do que os machos. Por outro lado, caso não pretenda fazer criação, terá de ter cuidado pois tentem a dar à luz frequentemente.
Os machos têm por hábito assinalar o interior da casa com os seus odores fortes, e, se tiverem acesso ao exterior, sair para lutar pela posse do território.

E o pêlo?

Os gatos de pêlo curto são muito mais vulgares do que os de pêlo comprido. Gatos com pêlo curto são mais fáceis de cuidar e não espalham tanto pêlo pela casa, são também mais activos e, de certa forma, independentes. Serão a companhia ideal para quem tem dias muito agitados.
Os gatos de pêlo comprido têm a vantagem do seu aspecto e personalidade dócil. Sendo bastante dóceis, deliciam-se com mimos e carinhos. Geralmente as raças de pêlo comprido são mais próprios para ficarem em casa sem acesso ao exterior do que os de pêlo curto.
De uma forma geral todos os gatos são excelentes animais de companhia, mas, se puder escolher, opte por um que se adapte melhor ao seu estilo de vida. Afinal será uma companhia para muitos anos, e, claramente um membro da família.

Tags: , , , , ,

Comentários

Top