As principais doenças dos gatos

As principais doenças dos gatos

É de elevada importância, possuir alguma informação sobre as principais doenças que afectam os gatos, quer para o bem-estar do animal, quer para a saúde do ser humano. Caso sejam detectados quaisquer sintomas, deve ser contactado um médico veterinário.

Uma doença muito preocupante é a Peritonite Infecciosa Felina (PIF), que ainda não tem cura e é fatal. Tem origem viral e ataca o fígado, abdómen, rins, sistema nervoso e cérebro, criando infecções e abcessos. A transmissão da doença é feita através da proximidade com fezes contaminadas ou via amamentação. O animal perde o apetite, emagrece e entra em anemia. Sofre de febres constantes e diarreia. Depois de diagnosticada a doença, o gato fica com uma esperança média de vida de dois anos.

O Vírus da Imunodeficiência Felina (FIV) também tem origem viral e reduz drasticamente a imunidade do animal, o que dá origem ao surgimento de diversas patologias, nomeadamente infecções. Esta doença é passada através do contacto, com sangue, de outras gatos contaminados, o que acontece muitas vezes em lutas territoriais, características desta espécie. Também ainda não foi descoberta uma cura para esta doença e tem sintomas como perda de fome, emagrecimento, diarreia, febre e dificuldades respiratórias. Apesar disto, com constantes cuidados veterinários, vacinação em dia e com uma alimentação adequada, rica em vitaminas, o gato pode sobreviver durante muitos anos.

Tal como acontece com o FIV, o Vírus da Leucose Felina (FELV), mexe com o sistema imunitário do pequeno felino, tendo ambas sintomas idênticos. Contudo, o FELV pode ser transmitido pelas lágrimas, saliva, fezes, urina ou leite materno. Estudos revelaram que, cerca de 25% dos gatos, com contacto com a doença, conseguiram combate-la, antes do alastramento da infecção. Também ainda não existe cura, mas já foi descoberto uma vacina preventiva. Se quiser mais informação sobre esta doença veja este nosso outro artigo

O Rim Policístico é uma doença representada pelo aparecimento de quistos nos rins, o que causa disfunção renal. Embora estas formações se iniciam ainda na gestação, à medida que o gato vai crescendo, também os quistos vão aumentando em tamanho e número. Os sintomas são perda de apetite e peso, sede em excesso, e micções em demasia. Também esta patologia pode ser fatal.

A Coriza, por sua vez, é uma virose que ataca o sistema respiratório e que leva a lesões irreversíveis. Os gatos jovens podem morrer, enquanto os gatos adultos, infestados, tornam-se portadores.

Por último, a Panleucopénia também é de origem viral e diminui a concentração de glóbulos brancos. Pode provocar a morte, em gatos bebés e malformações, em gatas gestantes.

 

Tags: , , , , , , ,

Comentários

Top