Adoptar ou não adoptar?

Adoptar ou não adoptar?

Adoptar um gato é uma tarefa de grande responsabilidade. Os gatos são animais sensíveis e que necessitam de certos cuidados e uma boa dose de atenção. Antes de adoptar um pequeno felino terá de ter em atenção se possui as condições para que ele possa ser feliz e saudável.

De seguida apresentamos alguns pontos essenciais para uma reflexão sobre a adopção:

1 - Conseguirá alimentar um gato conforme ele precisa, variando a alimentação e prestando atenção às suas necessidades consoante os vários ciclos de vida do animal?

2 - A sua casa é adequada para que o gato consiga integrar-se, ter um espaço próprio (apesar dos gatos se darem bem em pouco espaço ele precisarão sempre de um cantinho só deles), e conseguir crescer?

3 - Tem tempo para prestar atenção ao seu gato, especialmente na fase de adaptação?

4 - Os gatos precisam de carinho e atenção. Apesar de serem animais independentes gostam de calor e de carinho. A sua vida permite parar para dar atenção a um felino?

Por vezes a adopção pode ser um problema…

Se acha que não tem as condições ideais para adoptar um gato, terá de pensar se prefere arriscar a ter um gato que não será feliz e possivelmente precisará de cuidados que não conseguirá providenciar.
Saiba que um animal infeliz fará um dono infeliz e possivelmente um dia terá de entregar o animal para que outro alguém cuide dele…

Adoptar e as férias

Relembre-se que ter um gato é mais difícil em período de férias do que um cão. Existem bastantes hotéis para cães mas poucos para gatos com condições suficientes para assegurar semanas de cuidados e carinho para um gato. Se está a pensar adoptar mas vai de férias brevemente talvez seja boa ideia adoptar depois das férias. O período de adaptação do animal é o mais importante para desenvolver uma relação sólida e de confiança.

Adoptar e o crescimento

Os gatos por norma não crescem tanto como os cães, mas também crescem, e, dependendo da raça, poderão crescer bastante. Terá de ter em atenção que o gatinho amoroso e querido que cabe na palma da sua mão brevemente irá pesar 4 ou 5 kg e que isso irá fazer com que necessite de mais espaço, de outros cuidados e certamente irá mudar o seu comportamento (apesar dos gatos por norma acalmarem com a idade).

Adoptar e os demais residentes

Se tem outros animais em casa pondere se conseguirão interagir com a personalidade forte de um gato, e se o próprio felino se irá dar bem com os habitantes já residentes. Dependendo da proveniência do gato adoptado ele poderá ser mais ou menos sensivel a cães, pássaros ou outros animais que habitem a sua casa.
Por norma gatos de rua não gostam muito de cães e irão demorar mais tempo a adaptar-se. Porém, com carinho, paciência e algum tempo é possivel que um gato interaja pacificamente com qualquer tipo de animal.

Conclusão

Se decidir adoptar um gato e tiver condições para o fazer certamente irá ter uma companhia sedenta de curiosidade e pronta para brincar e partilhar o seu dia-a-dia como nenhum outro animal o consegue fazer. A personalidade independente do gato irá certamente obrigá-lo a desafios diários que irão tornar os seus dias muito mais interessantes!

Tags: , , , , ,

Comentários

Top