A sua casa é segura para gatos?

A sua casa é segura para gatos?

Apesar de um lar ser o sítio mais seguro e confortável, que um gato pode conhecer, não quer dizer que este também não tenha perigos. É aconselhado examinar a casa para perceber onde estão os potenciais perigos, de modo a torna-la um lugar seguro e onde o pequeno felino possa ser feliz.

Um gato só deve ter acesso ao exterior, sob o visionamento do seu dono, de modo a evitar fugas. Estas são de elevada perigosidade devido a diversos factores como atropelamentos, pessoas que não gostam de animais e rixas territoriais, entre machos (para alem dos ferimentos que o gato pode sofrer, em contacto com sangue de outro animal, pode ser transmitido o VIH felino).

Neste sentido, é importante que o animal passe a maior parte do seu tempo, dentro da habitação. Existem no mercado, brinquedos seguros e indicados, para esta espécie, que podem entreter o gato. Por outro lado, o próprio dono deve ter momentos de brincadeira, com a sua mascote. Ao manter o animal dentro do lar, o dono está também a protege-lo contra as condições climatéricas, que nem sempre são as melhores.

O território é um elemento essencial da vida de um gato. Dentro da casa, deve existir um espaço destinado à alimentação e água, do animal. Por outro lado, existe necessidade de uma casa de banho própria, com sílica ou areia, que deve ser colocada longe do espaço anteriormente referido e num sítio com alguma privacidade. O gato deve ter um local para dormir ou, preferencialmente, vários, à sua disposição.

O pequeno felino, por vezes, tem necessidade de se isolar, sendo por isso aconselhado que exista um lugar, onde este se possa refugiar. Para este efeito pode servir uma caixa, com uma entrada pequena ou acesso ao espaço abaixo da cama, do dono. Contudo, noutros momentos, o pequeno felino gosta de observar, e o ideal é um sítio alto e discreto. A presença de brinquedos e de um arranhador, também é importante.

Um gato adora brincar com cordões, fios e materiais idênticos mas estes também podem representar um perigo, pois podem ser ingeridos, o que, dependendo da quantidade, pode acarretar malefícios a curto ou a longo prazo. Assim, os fios em cortinas e persianas, cabos eléctricos e materiais elásticos, podem condicionar o acesso a determinadas divisões, da casa.

Não devem ser colocados objectos afiados, em locais, que o animal tenha acesso, como por exemplo, uma faca, em cima da bancada da cozinha.

Produtos químicos devem ser armazenados longo do gatinho.

Tags: , , ,

Comentários

Top